OBRA

Lara e o Pássaro

Videos

Sinopse

Lara e o Pássaro

Sofia Fransolin

Uma noite feliz, depois de outras tantas descontentes.

Lara, ao assistir à sua irmã mais nova, Cora, adoecer de tristeza, embarca em uma aventura pelo jardim de sua casa em busca do Pássaro Azul. Pelo caminho a menina conhece a brisa, a árvore, o gato e a lagarta e com eles aprende um pouco sobre as pequenezas da vida que fazem a gente crescer.

A peça infantil explora as delicadezas da infância assim como o caminho tortuoso rumo à adolescência. São tempos conflituosos para Cora e Lara, mas no fim, no derradeiro da história, tem sempre algo que permanece, o amor.

A obra teve como fontes de inspiração a peça O pássaro Azul do dramaturgo Maurice Maeterlinck e o universo proposto pelo diretor japonês Hayao Miyazaki em seus filmes infantis.

Release

"Vê Lara, o pássaro! O pássaro azul!"

"Eu não vejo nada..."

Crescer transforma a gente, aprendemos uma porção de coisas sérias e importantes para o mundo adulto. Crescer é necessário. Mas acabamos desaprendendo as coisas sérias e importantes para as crianças. Deixamos de acreditar em pássaros azuis, gatos com olhos de lua e lagartas falantes, paramos de ouvir a brisa e esquecemos como subir em árvores. O quintal deixa de ser a cada dia uma grande aventura e passa a ser apenas um quintal.

Crescer dói. Lara cresce rápido e para cada vez mais longe de sua irmãzinha Cora. Crescer assim, dói mais ainda. Elas não são mais amigas de brincadeiras ou parceiras em seus jogos de imaginações. Cora e Lara deixaram de ser cúmplices uma da outra perdendo assim um pouquinho de suas próprias existências.

"Lara e o Pássaro" é o resgate de uma cumplicidade perdida, uma jornada de um tipo de crescer onde percebemos e respeitamos o outro e a nós mesmos. "Lara e o Pássaro" são nossos votos de que podemos existir mais compreensivos e afetivos uns com os outros.

Ficha Técnica

Direção: Luciana Mizutani.

Dramaturgia: Sofia Fransolin.

Direção Musical: Marcelo Onofri.

Elenco: Catarina Eichenberger, Gabriel Pangonis, Giovana Telles, Luan Assunção e Rafa Marotti.

Visualidades: Coletivo Animales, sob orientação de Helô Cardoso.

Figurino: Beatriz Schwartz.

Orientação: Eduardo Okamoto.

Iluminação: Ana Fariña e Gabriel Pangonis.

Operação de luz: Ana Fariña.

Operação de som: Everson George.

Direção de Produção: Gabriel Pangonis

Produção Executiva: Beatriz Schwartz

Design Gráfico: Junior Romanini

Fotos: Vitória Eichenberger

Audiovisual: Rafaela Bermond e equipe Bermond Produções

Classificação etária: Livre.

Duração: 50 minutos.

Quem assina a obra?

Coletivo Animales

Produtores

Coletivo Animales

Direção de Produção - Gabriel Pangonis

Produção Executiva - Beatriz Shwartz

Currículo

O Coletivo Animales 

O grupo foi criado no ano de 2016, ainda no bacharelado em Artes Cênicas da Unicamp, sob a provocação de professores. No início, essencialmente como grupo de pesquisa, o coletivo direcionou seus estudos à obras cinematográficas e as ferramentas do cômico, mergulhando na máscara do palhaço, encontrando nessa mistura a sua natureza criativa. Assim foi construído seu primeiro espetáculo “AniMales”.

Em 2018, no 21º Festival Nacional Estudantil de Pindamonhangaba (FESTIL), o espetáculo AniMales recebeu 8 prêmios: 2º lugar no festival, melhor figurino, melhor maquiagem, melhor sonoplastia, melhor atriz coadjuvante, melhor atriz, melhor ator e apreciação popular. Em 2019, realizaram na cidade de Campinas e Americana a Temporada AniMales, projeto contemplado pelo edital PROAC Nº 03/2018 – Produção de Primeiras Obras de Teatro.

Agora amadurecendo sua trajetória, dedica-se ao estudo da cultura POP, olhando-a como um espaço de encontro, uma zona de contágio. Acredita-se que há uma potência inexplorada nas artes da cena em trabalhar em relação a esses fenômenos de massa, observando como estes constroem um imaginário vívido no cotidiano das pessoas. Quer-se construir um POP diferente, que não seja uma estratégia de hegemonia cultural para expandir mercados, mas sim um exercício de alteridade, respeitando as especificidades de cada elemento da mistura.

O coletivo vêm consolidando-se como agente cultural no estado São Paulo, e tem o intuito de tornar o público participe de uma longeva trajetória de pesquisa em uma linguagem teatral popular. Dessa forma, “Lara e o Pássarol” é, além de um projeto de montagem de peça, um processo de estudo. A partir da criação da obra, aprofundam, no teatro para crianças, temas de pesquisa caros para o amadurecimento e a continuidade de sua trajetória.  

"Lara e o Pássaro"

O espetáculo é fruto de muitos encontros potentes. Nele converge a pesquisa de dois artistas emergentes em atuação na cidade de Campinas: o Coletivo Animales e a dramaturga Sofia Fransolin. Ambos saídos do Bacharelado em Artes Cênicas da Unicamp e almejando desenvolver uma trajetória artística independente e permeada por pesquisa, unem esforços para crescer e amadurecer juntos seus projetos artísticos. Com o mesmo intuito, o processo foi também uma zona de contágio permeada por artistas mais experientes. Assim, juntam-se a equipe: Luciana Mizutani, na direção, Marcelo Onofri, na direção musical, Eduardo Okamoto, na orientação, e Helô Cardoso, nas visualidades. 

O Espetáculo fez sua estreia na cidade de Campinas-SP, com apoio do GGBS Unicamp, DCult Unicamp, e Edital SAE Aluno-Artista.  

Repertório Músical

A tTrilha sonora é uma composição original de Marcelo Onofri, diretor musical do espetáculo. Podendo ser consultado no link abaixo.

https://drive.google.com/open?id=1GXXr299T5OhPYnOmsfYkUzu9-Tq605gc

Críticas e citações na imprensa

não se aplica

Histórico de Apresentações

Foram realizadas duas sessões da obra  no Auditório do Instituto de Artes de Unicamp (Campinas-SP), atingindo 300 crianças, no dia 07 de novembro de 2019.

Descrição da bagagem (Volumes e Pesos) e do Cenário/da Obra

O cenário da obra é minimalista e todos os componentes cabem em um carro, sendo transportadas pelo grupo como bagagem de mão.

Descrição do Público Alvo

O espetáculo “A Lara e o Pássaro” é de classificação livre e se destina ao público infantil de todas as camadas sociais.